Seja sempre feliz! :)

February 7, 2018

Please reload

Posts Recentes

Acabei mais um livro! :)

February 7, 2018

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

Acorda, o mercado literário É o mundo real! (de Tammy Luciano)

February 22, 2018

Acorda, o mercado literário É o mundo real!
(de Tammy Luciano)

 

Eu amo a minha carreira de escritora (assim como sempre amei ser atriz e jornalista), estou sempre conectada com o mundo literário e torcendo por uma virada, melhorias, crescimento e evolução. Fico triste quando vejo escritores iniciantes desanimados, desistindo, pensando em parar... Mais triste ainda quando vejo autores com livros publicados tocando um plano B. Ontem passei o dia todo pensando nisso. Não sei se vou ajudar você, mas queria dizer que o mercado literário não é diferente da vida real. Pense na sua vida cotidiana, nas dificuldades tão comuns do mundo lá fora, nas barreiras, nos nãos, nas portas fechadas, nos desafios de relacionamento com as pessoas... Aí você entra no mercado literário e acha que tudo dará certo, todos os sins estarão disponíveis e as pessoas serão solidárias, vão abraçar sua causa, te estender a mão, divulgar o seu trabalho... Imagina o tamanho da decepção quando os meses (anos???) passam e você se sente mais só do que bicho em extinção? Não se surpreenda se puxar conversa com pessoas do meio e sua mensagem ficar jogada em algum canto do nada. Seu colega escritor olha sua postagem e não curte... uma clicada de um segundo e ele não pode te ajudar, desculpa, não insista. E se prepare, ainda virá o pior, você verá o seu colega escritor compartilhando uma postagem famosa, que já recebeu milhares de compartilhamentos, achando que a Bruna Marquezine precisa que algo dela seja divulgado... Mas por que ele vai te ajudar?

 

Então, caro amigo escritor, não pense em desistir, esse mercado é a vida real, possui todo o tipo de gente, grupos serão mais próximos, a desunião volta e meia ficará clara, amigos escritores andarão mais juntos, você se sentirá sozinho, ás vezes fazendo parte do bando, grato por ter sido convidado para um evento, um projeto ou lembrado em uma postagem. Poucos estenderão a mão e só alguns não acharão que você é concorrente. Uns fingirão não te notar, outros falarão com você por educação. Como não citar aqueles que te deixarão falando sozinho? Não posso esquecer que terão os que se aproximam antes do seu lançamento, vai que seu livro estoura, aí a publicação segue na normalidade e a pessoa se afasta. Já vi escritor ficar amigo do outro porque estavam na mesma editora e o segundo vendia mais do que ele. Sabe aquela conversa de se você não pode com o inimigo junte-se a ele? Já vi autor tirar foto com o mais famoso e excluir os menos conhecidos, como se os outros não estivessem no recinto. Mas pare qualquer lamento e entenda que a força para seguir está no seu coração. Não é blábláblá, vida que segue, a fé para continuar não está no coleguinha, mas em você mesmo. E se você lembrar da sua vida real, entenderá muito bem esse mercado escolhido.

 

Os autores que vencem acabam focando mais na sua carreira e passam a tocar os seus dias, deixando a convivência com os outros um pouco de lado. Entendo. As cobranças aumentam, o dinheiro ao redor daquela literatura também. Os próprios autores menos famosos passam a tratar aquele campeão de vendas como uma estrela isolada. Não são mais colegas de trabalho, mas o autor menos conhecido se torna fã do mais conhecido, olha o que o outro conseguiu.

 

Eu mesma, acabei ao longo dos últimos anos, tocando minha vida por aqui, e não considero que venci, mas sou um ser humano, preciso mostrar resultado para as editoras que possuo contrato, tenho meus projetos e acabo seguindo meus dias, não tendo tanto tempo para compartilhar a postagem do colega. Muita gente me procura hoje. Se eu pudesse ajudaria cada um pessoalmente, mas sempre que posso curto, comento, porque acho que não podemos ficar falando sozinhos. Alguns dias, me sinto abandonando o barco, arrogante, achando que estou perdida dentro do meu mundinho e do meu umbigo. Mas aí lembro que não estou nisso por fama, quero ver essa carreira dando certo, acredito na Literatura como um portal de melhorias sociais... E me vejo no dever de escrever um texto como esse. Será que ainda temos salvação? Ou ficaremos apenas compartilhando a postagem do youtuber (nada contra, eu adoro a Evelyn Regly, por exemplo) e renegando nossos próprios colegas de profissão?

 

Seria um sofrimento se eu não vendesse meus livros, se não tivesse leitores. Aliás, o meu Canal no Youtube não reflete as minhas boas vendas nas livrarias. E sinto que não posso contar com a maioria das pessoas do mercado, porque raramente alguém do meio comenta ou compartilha um vídeo meu. Isso é só um exemplo prático que estamos sozinhos nessa carreira. Hoje, fortalecida com os anos de vivência, tenho comigo que se cem pessoas assistirem um vídeo meu, já está valendo, minha mensagem estará sendo compartilhada. Eu sempre imagino uma sala com cem pessoas e isso me tranquiliza. Em contrapartida, meus livros vendem muitos mil exemplares e isso me faz me sentir salva no meio do naufrágio. E podem acreditar que existe muita dedicação, paixão e trabalho árduo para isso acontecer. Mas me coloco no lugar de autores que não conseguem editora, aqueles que tomam não e precisam continuar, os que não vendem livros e estão tendo apenas portas fechadas... O que estamos fazendo uns pelos outros? Será que temos força para melhorar nosso mercado? Ou cada um tocar seu próprio caminho é a única forma de sairmos salvos de dias tão tenebrosos? Será que falta leitor? Será que no geral as pessoas querem ler nossos livros, mas não possuem interesse em ter contato com a gente nas redes sociais como acontece com outros artistas? Também sei que muitos fingirão não terem lido esse texto, mas erram os que olham essa reflexão como uma polêmica. Não trago nada de novo, apenas relato o nosso mundo real.

 

Quero agradecer os meus leitores que sempre me mostram o quanto vale a pena. E, obrigada, aos poucos amigos escritores tão especiais como um diamante raro que sabem o valor de compartilhar informações e apoiar o amigo. E, leitores, continuem com a gente. Precisamos muito de vocês!

 

Encerro dando as mãos para os colegas de profissão que se identificarem com esse texto e que a gente siga no meio dessa chuva de granizo... Em algum momento o sol vai brilhar para todos!

 

Meu Canal no Youtube para quem quiser se inscrever, apoiar e curtir os vídeos: www.youtube.com/tammyluciano

 

 

Boa tarde para todos! :)
Sejam sempre felizes! (Mesmo quando não parecer fácil)

 

Esse post foi originalmente postado no Facebook. Nesse link você poderá ler os muitos comentários e compartilhamentos. Que bom que minhas palavras fizeram tão bem para tanta gente!

https://www.facebook.com/tammylucianooficial/posts/10215434861609090

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon